-->

Anuncio!

Introdução a Linguagem C no contexto do hacking - Parte I

É comum em diversos fóruns, blogs e chats dúvidas de iniciantes em relação a importância da programação para um hacker. De forma resumida meu objetivo é direcionar os mais leigos a entenderem qual a relevância da programação, especificamente da linguagem C, voltada para o contexto do hacking. Sem mais delongas vamos ao relevante.

Pra você que é iniciante na linguagem C, ou não sabe absolutamente nada, vou deixar um material abaixo que engloba desde assuntos introdutórios, até as partes mais complexas. Aconselho visitar o conteúdo na ordem em que foi colocado e também preparar o ambiente de desenvolvimento antes de tudo, já que praticar é fundamental.


Dica: Você pode instalar uma IDE como CodeBlocks ou DevC++, ou simplesmente um Editor + o compilador GCC.

1 -  Livro: C - Completo e Total

2 -  Playlist C - De aluno para aluno  ou a Playlist - Linguagem C Descomplicada 

3  - Playlist C - Estrutura de dados  e Livro: Estrutura de dados 

4 - Sockets em C [C/ Exemplo]   e Tutorial - Sockets em C

5 - C para Hardware 


Se depois de estudar, revisar e praticar todo o conteúdo acima, você continua sem entender a importância da programação para um hacker, você deve parar tudo que está fazendo e pular da janela. Brincadeiras a parte, agora vamos falar das vantagens e da aplicabilidade do C no Hacking.


Baixo nível: Os recursos do C permitem manipular memória, registradores e outros componentes de Hardware. Um exemplo interessante poderia ser a criação de códigos para exploração de buffer overflow. Exemple

Automação: você pode automatizar qualquer tarefa, seja ela simples ou complexa. Até porque "quase" tudo na computação é formado por etapas que por sua vez ocorrem com um padrão. Fiz esse script (inútil) para resolver um exercício da faculdade, ele basicamente transforma um número Hexadecimal em Decimal : Conversor  Obs: Existe o %X que ja faz isso, mas é uma forma de entender o funcionamento das funções.


Ferramentas e Sistemas Operacionais:  a maioria dos hackers de plantão utilizam sistemas operacionais linux, todas essas distros vieram do sistema Unix, criado por Ken Thompson e  Dennis Ritchie com o C. The Open Group. Além disso diversas ferramentas presentes no kali Linux foram desenvolvidas em C, em alguns casos apenas parte delas. Exemplo :  Nmap e Wireshark  . Outro exemplo é a ferramenta dnsrato do brasileiro Ricardo Longatto. Obs: Citei automação como primeiro item, mas uma ferramenta nada mais é que um processo automatizado.


Exploits: Alguns exemplos mais específicos ainda podem ser exemplificados apenas com uma visita no site Exploit-db. Diariamente diversos exploits   e shellcodes são escritos para ter proveito de alguma vulnerabilidade, normalmente chamados de 0day.


Pode-se concluir que a  Linguagem C pode ser aplicada de diversas formas e possui diversas vantagens como portabilidade, geração de códigos compactos e rápidos e interação com o sistema operacional. Como dito anteriormente, esse material não foca na parte técnica (apesar do conteúdo acima possuir uma série de exemplos), então posteriormente farei um lab pra demonstração. Obrigado a todos que chegaram ao fim da leitura !


 

 

 

 

 
Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

Um comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Sites Parceiros

Anuncio No Post

Anuncio No Post

Anuncio Aqui!